UERN Portal UERN | Cursos | Noticias
Curriculos, aprendizagens, saberesde 27 a 29 de novembroUERN IFRN

IV SENACEM


IV SEMINÁRIO NACIONAL DO ENSINO MÉDIO - Ensino, Juventude e Diversidade na Escola Pública 
I ENCONTRO NACIONAL ENSINO E INTERDISCIPLINARIDADE NA ESCOLA PÚBLICA

UERN, Faculdade de Educação – 04, 05, 06 de maio de 2016 - Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil

REALIZAÇÃO: 
Faculdade de Educação (FE/UERN) 
Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO - associação UERN, UFERSA, IFRN)
Grupo de Estudos e pesquisa Contexto e Educação (CONTEXTO - CNPq/UERN)
Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPEG/UERN) 

APOIO: 

CAPES  |  CNPq  |  UFERSA  | IFRN  | UNILAB  | SEEC/RN  | PREFEITURA DE MOSSORÓ
PPGE UFC  | NHIME - UFC  | PPGEP IFRN

APRESENTAÇÃO

A quarta edição do Seminário Nacional do Ensino Médio (IV SENACEM), traz consigo o desafio de lançar o primeiro Encontro Nacional Ensino e Interdisciplinaridade na Escola Pública (I ENACEI). Neste ano, o SENACEM/ENACEI privilegiam a temática:  “Ensino, juventude e diversidade na escola pública”, no intuito de favorecer a discussão em torno dos rumos que a política do ensino médio/ensino público tem tomado, de forma a refletir sobre os processos mediativos do mesmo em relação a questão curricular e suas inter-relações com as diferentes formas de aprendizagem e aquisição/apropriação de saberes. Como nas três edições anteriores do SENACEM, este evento tem como propósito constituir-se  como um  espaço de discussões e debates para os pesquisadores, os estudantes da graduação e da pós-graduação, os professores universitários e da educação básica que atuam, pesquisam, refletem e problematizam o ensino médio (agora ampliando, com o ENACEI, para todas as etapas do ensino público), sendo este considerado lócus privilegiado de produção e apropriação de conhecimentos e desenvolvimento de práticas educativas inovadoras. Deste modo, o SENACEM/ENACEI tem como escopo analisar as políticas curriculares e as incorporações, adaptações, recontextualizações e traduções encontradas nas escolas, dando ênfase ao seu público jovem, no contexto de mudanças na sociedade contemporânea.

Os eventos pretendem, ainda, oportunizar um espaço de socialização e publicização das pesquisas e produções recentes dos sujeitos pedagógicos (docentes e discentes), visando apontar  o percurso histórico, a atualidade, as percepções e as tranformações  teóricas e práticas que envolvem a educação e o ensino na escola pública. Para o SENACEM, o debate continuará sendo pautado levando em consideração as políticas governamentais, instituídas pelo Ministério da Educação (MEC) para o ensino médio e seus reflexos e impactos na escola pública, principalmente. Não obstante, pretende-se enfatizar  as pesquisas desenvolvidas nas escolas públicas de ensino médio sobre juventudese diversidades em todo o nordeste brasileiro, estabelecendo relações com as demais regiões do país. Estas socializações ocorrerão por intermédio das sistematização dos Grupos de  Discussões (GD), acerca dos três eixos estruturantes do seminário, são eles: JUVENTUDES e DIVERSIDADES, ESCOLA PÚBLICA e JUVENTUDE e DIVERSIDADES e SABERES no ENSINO MÉDIO. O ENACEI, por sua vez, iniciará problematizando os aspectos relacionados à interdisciplinaridade no contexto da escola pública, sendo um espaço de agluitnação de ideias para a construção de práticas (e teorias) de superação da disciplinarização do ensino e da modalização da educação, focaando a totalidade dos saberes numa perspeectiva trans e multidisciplinar.

Sediados na Faculdade de Educação (FE), por meio do Grupo de Estudos e Pesquisa Contexto e Educação (CONTEXTO CNPq/UERN), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), e do Programa de Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO), associação ampla entre UERN, UFERSA e IFRN, tem apoio da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), do Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira (PPGE) e do Núcleo de História e Memória da Educação (NHIME), da Universidade Federal do Ceará (UFC), da Secretaria de Educação do Estado do Rio Grande do Norte (SEEC) e da Secretaria Muncipal de Educação da Preferitura Municial de Mossoró. Conta, ainda, com apoio de grupos de pesquisas e de programas de pós-graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Além disso, o SENACEM recebe o imprescindível apoio financeiro do Programa de Apoio a Eventos no País (PAEP), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), e do Auxílio a Promoção de Eventos Científicos (ARC), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A aglutinação de expressivas instituições acadêmicas com as Secretarias Estadual e Municipal de Educação e, por conseguinte, com as escolas da região, objetiva aproximar o debate acadêmico do espaço escolar, intentando diminuir o fosso que separa o pensar e o fazer as políticas e os currículos do Ensino Médio, do fazer cotidiano das escolas e dos seus sujeitos.


SOBRE O SENACEM - Histórico

A construção coletiva do SENACEM, apesar de trilhar as primeiras edições, já ocupa lugar importante no debate sobre o ensino médio. Em 2011, o I Seminário Nacional do Ensino Médio, intitulado: “História, Mobilização e Perspectivas”, surgiu com a pretensão de discutir as políticas governamentais e suas apropriações e recontextualizações na escola, enfatizando os processos históricos, políticos e ideológicos que permeavam a educação secundária. A iniciativa do evento possibilitou socializar as pesquisas desenvolvidas nas escolas públicas de ensino médio, mobilizando pesquisadores com diversas trajetórias acadêmicas, predominantemente, do nordeste brasileiro, mas com trânsito intelectual nas outras regiões do país. Naquele momento o evento contribuiu para suscitar o debate teórico e epistemológico, bem como contribuiu com as reflexões e repercussões do fazer pedagógico no ensino médio, analisando suas possibilidades, potencialidades, limites e problemas.  A parceria entre os pesquisadores resultou na publicação nos anais do evento de 400 (quatrocentos) trabalhos apresentados a partir dos eixos temáticos discutidos. Outro significativo resultado das conferências ministradas no Seminário foi a publicado do livro Ensino Médio: políticas, docências, inclusão e cotidiano escolar, pela Editora CRV (Curitiba). Numa tiragem de 1000 mil exemplares, o livro já foi quase totalmente vendido, em apenas um ano de lançamento. Este tem sido divulgado em vários eventos científicos e acadêmicos nas universidades parceiras, além da ANPED (Associação Nacional dos Pesquisadores em Educação), em 2012. O mesmo livro já foi adotado como material de leitura e discussão nos cursos de graduação e pós-graduação. 

Em 2012, o II SENACEM abordou a temática “Profissão Docente, Currículo e Novas Tecnologias”. O evento propiciou espaços de debates para pesquisadores com experiências em diversas áreas de formação e diferentes regiões do país, discutindo os desafios e as possibilidades contemporâneas para a docência, a formação e a utilização das novas tecnologias no Ensino Médio. Nesta edição, os vínculos entre as instituições parceiras foi fortalecido com a integração do ensino de graduação e pós-graduação com a participação dos programas formativos (PET, PIBIC, PIBID e PIM). O estímulo para o envolvimento dos discentes vinculados aos programas formativos foi fomentado nas atividades desenvolvidas em parcerias com os professores nas coordenações das diversas atividades do Seminário (Grupos de discussões, minicursos, apresentações de trabalhos). Como resultado dessa soma de esforços, o II SENACEM atingiu a participação de 950 pessoas (professores da educação básica e universitários, estudantes de graduação e de pós-graduação, gestores de escolas, técnicos da secretária de educação e do MEC). A produção bibliográfica também mostrou-se significativa com a publicação de 300 (trezentos) trabalhos apresentados nas comunicações no anais do evento. Como no primeiro SENACEM, as conferências serão publicadas em Livro pela editora Edições UFC.

Em 2013, com as experiências e a acentuada parceria construídas nos últimos anos, o III SENACEM, com a temática "Currículos, Aprendizagens, Saberes" apresentou-se como uma possibilidade de mediação e reflexão crítica, rigososa e de conjunto da realidade educacional que envolve o ensino médio. Seu intuito foi o de contribuir, fomentar e suscitar o debate teórico e epistemológico acerca dos currículos, aprendizagens e saberes que mobilizam as práticas educativas, continuando na trilha de construção uma educação de qualidade social, comprometida com os sujeitos do ensino médio das escolas públicas brasileira. Como resultado do acúmulo de forças das edições anteriores, o III SENACEM atingiu a participação de 1150 pessoas (professores da educação básica e universitários, estudantes de graduação e de pós-graduação, gestores de escolas, técnicos da secretária de educação e do MEC). A produção bibliográfica também mostrou-se significativa com a publicação de 500 (quinhentos) trabalhos apresentados nas comunicações no anais do evento. Como nas duas últimas edições do SENACEM, as conferências foram publicadas em Livro pelas Edições UECE.

Para 2016, o IV Seminário Nacional do Ensino Médio (SENACEM 2016) traz como tema Ensino, Juventude e Diversidade na Escola Pública. Mais uma vez o evento pretende ser espaço de debate para pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação e professores universitários e da educação básica que atuam, pesquisam, pensam o Ensino Médio.


OBJETIVOS: 

1. Analisar as políticas curriculares para o Ensino Médio e as incorporações, adaptações, recontextualizações e traduções encontradas nas escolas;
2. Divulgar resultados de pesquisas sobre as políticas para o Ensino Médio, desenvolvidas em universidade brasileiras, que envolvam professores e técnicos das secretarias estaduais de educação no debate sobre a qualidade do ensino.
3. Possibilitar o intercâmbio entre pesquisadores e instituições que debatem as políticas curriculares e as aprendizagens significativas no ensino médio, envolvendo gestores estaduais, professores, gestores escolares e comunidade escolar, de forma geral.
4. Possibilitar a interação entre professores da educação básica, professores do ensino superior e alunos de graduação de diversas licenciaturas e de pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado) como espaço de debates de saberes e experiências diversas, contribuindo para o desenvolvimento de aprendizagens acadêmicas e de formação continuada.
5. Discutir as peculiaridades do Ensino Médio na escola pública, dando ênfase ao seu público jovem, no contexto de mudanças na sociedade contemporânea;
6. Discutir os desafios e as possibilidades das Novas Tecnologias para a profissão docente e para o currículo do Ensino Médio na escola pública, principalmente;
7. Aproximar o debate acadêmico do debate escolar, buscando encontros possíveis entre a excelência da pesquisa e a excelência da prática escolar, com foco na escola pública e nas juventudes que frequentam essa etapa da educação básica. 
8. Contribuir para o debate, para a exposição de ideias e para a publicação de artigos científicos de alunos da pós-graduação e de professores que atuam na graduação e na pós-graduação.


Atualizado por: Jean Mac Cole Tavares Santos em 28/02/2016 (Setor para Contato: FE - Departamento de Educação )

ApoioIV Seminário Nacional do Ensino Médio - SENACEM
Ensino, Juventude e Diversidade na Escola Pública

Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN
Instituto Federal do Rio Grande do Norte - IFRN
Faculdade de Educação - FE/UERN
Programa de Pós-Graduação em Ensino - POSENSINO

Campus Universitário Central
BR 110 - Km 46, Rua Prof. Antônio Campos, s/n - Costa e Silva
CEP: 59.633-010 - Mossoró/RN
Fone: (84) 3315-2203 (Faculdade de Educação)
senacem2016@gmail.com