Site da UERN
Mossoró,
Imagem: Página Inicial Imagem: Quem Somos? Imagem: Fique por dentro! Imagem:  Perguntas Frequentes Imagem: Link para Downloads
Imagem: Link para Extras, Alfabeto Braile, LIBRAS e outros. Imagem: Serviços oferecidos pelo DAIN Imagem: Ajudas Técnicas Imagem: Outros Sites Imagem: Contato
Quem Somos

Quem Somos?

Equipe
Objetivos
Histórico

Equipe

A Estrutura do Departamento de Apoio à Inclusão é formada por uma equipe multidisciplinar

  1. Direção

    Maria Vera Lúcia Fernandes Lopes
    Pedagoga – Especialista em Metodologia do Ensino Superior e Máster Universitário en Intregación de Personas con Discapacidad e professora do Departamento de Educação da Faculdade de Educação.

  2. Assessorias
    • Setor de Psicologia

      José Evangelista de Lima
      Psicólogo, Especialista em Saúde Mental e Professor do Departamento de Educação da Faculdade de Educação.

      Izabelly Paullini Bezzera Nascimento
      Psicóloga, Especialista em Necessidades Educacionais Especiais e Cursando Especialização em Terapia Sexual (Sexologia).

    • Setor de Pedagogia

      Ana Lucia Aguiar Lopes Leandro
      Licenciada em História, Especialista em Antropologia, Mestre e Doutora em Ciências Sociais e Professora do Departamento de Educação da Faculdade de Educação.

    • Setor de Apoio à Deficiência Visual

      João Zacarias de Souza Neto
      Licenciado em Educação Física, Bacharel em Ciência da Comunicação com habilitação em Radialismo, Técnico Especializado no Apoio ao Discente com Deficiência Visual

    • Setor de Apoio à Deficiência Auditiva

      Maria Goretti Medeiros Diógenes
      Licenciada em Geografia, Professora de apoio pedagógico ao discente surdo

      Maria Elineide Guimarães Pedagoga com habilitaçã em Supervisão Escolar e Instrutora de LIBRAS

      Simone de Morais Santos Licenciada em Teologia com habilitação em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) - Intérprete de Libras.

    • Setor de Assistência Social

      Sônia Alves Bezerra Lins
      Assistente Social, Especialista em Psicopedagogia.

  3. Secretaria

    Michaell Magnos Chaves de Oliveira
    Técnico de Nível Superior – Secretário

    Ronnison Reges Vidal
    Acadêmico de Ciência da Computação e bolsista Voluntário de Apoio Técnico.

    Roberta Kenia da Silva
    Acadêmico de Ciências Econômicas e bolsista de Apoio Técnico.

    João Carias de França
    Acadêmico de Ciência da Computação e bolsista de Apoio Técnico.


Objetivos [ ir para o topo ]

  • Assessorar os órgãos universitários no que se refere às construções, ampliações e/ou modificações da estrutura física, em conformidade com as normas da ABNT Nº 9050, permitindo o acesso de todos;
  • Criar um espaço de discussão das práticas educacionais que se mostrem abertas às mudanças e às transformações que caracterizam a convivência com os diferentes;
  • Realizar seminários, oficinas, palestras, simpósios, para discutir e a aprofundar temas referentes à Educação e a Diversidade;
  • Criar grupos de estudo e pesquisa que instrumentalizem professores na adoção de novas perspectivas teóricas e metodológicas;
  • Promover a capacitação de recursos humanos para melhor atuação diante das novas demandas sociais;
  • Articular com Pró-reitoria de Pós-graduação a implantação de curso de especialização em Educação Especial;
  • Adquirir materiais específicos (ajudas técnicas/tecnologia assistiva) como forma de dinamizar e diversificar o atendimento;
  • Estabelecer convênios de cooperação técnica e científica, com instituições de ensino superior locais, nacionais e internacionais, órgãos e agências governamentais e não-governamentais e com os movimentos sociais organizados, objetivando a melhoria da qualificação profissional de seus membros e a execução de programas, projetos e subprojetos de pesquisa, extensão que estejam coerentes com a política de ensino, pesquisa e extensão da UERN;
  • Participar de eventos científicos locais, regionais, nacionais e internacionais, representando a UERN e divulgando as ações planejadas e realizadas pelo departamento;
  • Contribuir com os cursos de licenciatura, programas de educação, cursos de pós-graduação, da UERN e de outras IES, permutando dados, informações e/ou assessoramentos, co-orientação e orientação acadêmica;
  • Adquirir e organizar um acervo bibliográfico setorial;

Histórico [ ir para o topo ]

            As ações humanas são o resultado das condições históricas e culturais nas quais se encontram os indivíduos: elas são condicionadas e condicionantes da estrutura social e política de um povo. Neste viés, temos a tardia democratização política e cultural brasileira, especialmente após a promulgação da Constituição Federal em 05 de 0utubro de 1988, criando dessa forma, um espaço mais seguro para a discussão sobre os direitos humanos neste país. A década de 1990 conhece a emergência de muitas lutas sociais e de classes. Desse modo, temos a lutas feministas, os grupos de defesas dos direitos dos afrodescendentes, dos indígenas e de mais uma gama de minorias e de setores que historicamente estiveram à parte do modelo de desenvolvimento brasileiro.
            Neste diapasão, citamos as pessoas com necessidades especiais que encontraram durante a história das civilizações humanas, um misto de preconceito, discriminação, segregação e até extermínio. Este período também é um momento de enfrentamento destas questões, ganhando destaque a mudança de atitude com relação à atenção dispensada às pessoas com deficiência, que parte do modelo chamado de integração à inclusão.
            Na década de 90, na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN dá início as discussões sobre a política de atendimento que contempla as pessoas com deficiência a partir da criação da Disciplina de Educação Especial com 60 horas-aula no ano de 1996 pelo Departamento de Educação da Faculdade de Educação do Campus Central da UERN, em cumprimento à Portaria 1.793/1994 do Ministério da Educação - MEC. Esta disciplina também foi oferecida em caráter especial aos professores das Escolas Públicas que cursaram a graduação antes desta portaria, bem como no Curso de Educação Física é ministrada a disciplina Educação Física Especial com 30 horas-aula e ainda há a disciplina de Educação Especial no Curso de Filosofia. Esta disciplina também está presente nas matrizes curriculares dos programas especiais: Programa Especial de Formação Profissional para a Educação Básica - PROFORMAÇÃO e Pedagogia da Terra..
            Com relação ao ingresso da pessoa com deficiência no ensino superior, a UERN vem cumprindo o que orienta o Aviso Circular n° 277/MEC/GM – Brasília de 08 de maio de 1996 e ainda o Decreto n° 3.298 de 20 de dezembro de 1999, no tocante à acessibilidade e formação docente.
            Em cumprimento ao que dispõe o § 2º do artigo 5 da Lei 8.112/1990 e o Decreto 3.298/1999, a UERN vem inserindo em seus concursos públicos o percentual mínimo previsto na legislação de 5% das vagas destinadas a candidatos com necessidades especiais, inclusive, conseguindo êxito nas aprovações. Ressalte-se que, desde antes da Constituição e leis ordinárias que versem sobre o assunto, a UERN já absorvia em seus quadros servidores técnico-administrativos e professores com deficiência.
            No ano de 2000, foi criada a Comissão Especial para a quebra de barreiras arquitetônicas, que resultou em um projeto de acessibilidade com apoio da Coordenadoria de Educação Especial - CORDE/Natal-RN. (Anexo 1).
            Desde 2003, a UERN informa à Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação - SESU/MEC - o número de alunos com Necessidades Especiais e neste mesmo ano, realizou um Cursinho Pré-Vestibular preparatório para ingresso de alunos com Necessidades Educacionais Especiais (surdos e cegos) na instituição, tendo como proponente a Pró-Reitoria de Extensão, coordenado pela prof.ª Maria Vera Lúcia Fernandes Lopes e executado por alunos e professores da Faculdade de Ciências Naturais – FANAT; Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais – FAFIC e Faculdade de Letras e Artes – FALA e parcerias com a Secretaria de Educação e Cultura do RN e o Centro de Apoio ao Deficiente Visual de Mossoró - CADV. O curso foi desenvolvido no período de 15 de novembro de 2003 a 30 de janeiro de 2004, objetivando a criação de uma Sala de Recurso na UERN, tendo recebido da Secretaria de Educação uma máquina Perkins Brailler.
            Ainda em 2004 foi criado numa plenária da Faculdade de Educação (FE) no dia 9 de dezembro de 2004, com o nome de Núcleo de Assistência à Educação Inclusiva (NAEIN), teve seu nome modificado, também em uma plenária da FE no dia 6 de junho de 2005 e passou a ser chamado de Núcleo de Estudo, Pesquisa e Extensão sobre Pessoas com Necessidades  Especiais (NEPAE). Todavia, a administração superior, por entender a necessidade de cumprimento da Portaria nº 3.284, de 7/11/03, e mais recentemente ao Decreto n° 5.296, de 2/12/04, e demais legislações pertinentes à inclusão, se propõe a criar o DAIN, para atender a UERN e seu raio de abrangência.
            Todos estes acontecimentos justificaram a necessidade de criação do Departamento de Apoio à Inclusão para centralizar as discussões e ações sobre o tema no âmbito da UERN, como também fomentar a participação constante da UERN em eventos, ministrando os conhecimentos relativos a este campo de conhecimento tanto dentro da instituição como na sociedade.
            O Departamento de Apoio à Inclusão (DAIN) hoje, em pleno funcionamento desde 2005, teve o reconhecimento pelo Conselho Universitário – CONSUNI - através da Resolução nº 02/2008 de 18/04/2008. Funciona como um órgão suplementar da Administração Superior da UERN, ligado administrativa, técnica e pedagogicamente à Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG). Atua em toda a universidade apoiando a comunidade universitária e a sociedade em geral, através de capacitação e formação continuada para professores, técnico-administrativo, apoio pedagógico aos discentes, orientação quanto ao cumprimento da legislação vigente, estabelecimento de parcerias com Instituições Especializadas, visando fortalecer os direitos dos cidadãos, respeitando as diferenças no convívio com a diversidade.

.

 

Departamento de Apoio à Inclusão - DAIN -2009

Créditos: Cláubio Bandeira
Colaboração: Jezmael Basílio, Thalles Robson, João Carias e Ronnison Reges