Notícias


IX Encontro de Acadêmicos com Necessidades Especiais da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte(EANE)

A Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas (DAIN) recepcionará discentes no IX Encontro de Acadêmicos com Necessidades Especiais (EANE) na noite (19h) do dia 30 de abril de 2015, no auditório da Faculdade da Filosofia e Ciências Sociais (FAFIC).

O IX EANE reunirá discentes de diferentes cursos e períodos, além da participação de egressos que, em roda de conversa, narrarão suas experiências de vida escolar e acadêmica abordando sobre os desafios, possibilidades e superações ao longo de sua escolaridade.

O evento tem como objetivo buscar nas vozes dos discentes com necessidades educacionais especiais, em suas narrativas e trajetórias de vida acadêmica, o espaço construído de superação dos limites, da quebra de barreiras e conquista de acessibilidade arquitetônica, procedimental, conceitual e atitudinal.

Será um momento de trocas, construções e aprendizado advindo da trajetória de suas histórias de vida, sem sombra de dúvida, resultado da soma de esforços e concretizações de ações exitosas. O acesso e permanência na academia, com a construção de um caminho centrado na quebra de barreiras atitudinais, procedimentais e atitudinais será a abordagem central, considerando que é um passo fundamental para a construção das possibilidades de participação plena e efetiva da vida em sociedade em todas as suas dimensões.

Enfatizaremos, com a participação de outros discentes com necessidades educacionais especiais da UERN, bem como com os egressos, sobre as dificuldades vivenciadas na trajetória acadêmica, ressaltando os espaços exitosos alcançados por cada um, sobretudo as conquistas acadêmicas, somados ao apoio de todos aqueles que se uniram para a eliminação de barreiras.

Para o IX EANE teremos a participação do Pe. Charles Lamartine de Sousa Freitas, que abordará sobre o tema Páscoa: Vida Nova para Todos.

A Diretora de Políticas e Ações Inclusivas, mais uma vez, reforça a necessidade da participação de todos os discentes, os docentes, os técnicos administrativos, administração superior na soma de esforços para a inclusão de todos e todas baseado nos fundamentos da Educação Esepcial na Perspectiva da Educação Inclusiva, na Convenção de 2006 dos Direitos das Pessoas com Deficiência, do qual o Brasil é signatário.

A Diretora da DAIN, “acredita no crescimento de todos e todas a partir do fomento de espaços de convivência, compartilhamento, partilha e de trocas culturais onde a diversidade sinaliza o aprendizado, a aproximação, a alteridade”, continua.

Diante da relevância do IX Encontro de Acadêmicos com Necessidades Especiais, a Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas tem certeza da contribuição de todos e todas para a construção e consolidação do sujeito cidadão e, sem dúvida, rumo à expansão de uma universidade inclusiva, compromisso com a diferença e responsabilidade social.

Inclusão

A Diretoria de Apoio à Inclusão (DAIN) com vistas à Inclusão educacional dos discentes com necessidades educacionais regulamente matriculados na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte recomenda observação às prerrogativas da Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, promulgada pelo Decreto 6.949, de 25 de agosto de 2009, que em seu artigo 1° declara como seu propósito fundamental: promover, proteger e assegurar o exercício pleno e equitativo de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais por todas as pessoas com deficiência e promover o respeito pela sua dignidade inerente. Consonante aos objetivos da Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, o Decreto Nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999 em seu artigo 27 preconiza que as instituições de ensino superior deverão oferecer adaptações de provas e os apoios necessários, previamente solicitados pelo aluno portador de deficiência, inclusive tempo adicional para realização das provas, conforme as características da deficiência.

Não obstante o Decreto N° 5.296 de 2 de dezembro de 2004, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, em seu artigo 8°, inciso I, define acessibilidade como a condição para utilização, com segurança e autonomia, total ou assistida, dos espaços, mobiliários e equipamentos urbanos, das edificações, dos serviços de transporte e dos dispositivos, sistemas e meios de comunicação e informação, por pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida. O mesmo documento, em seu artigo 10 regulamenta que a concepção e a implantação dos projetos arquitetônicos e urbanísticos devem atender aos princípios do desenho universal, propiciando a usabilidade pelo maior número de pessoas possível independente de idade, habilidade ou situação motora, tendo como referências básicas as normas técnicas de acessibilidade da ABNT.

Somado as legislações e prerrogativas expostas anteriormente, o estado do Rio Grande do Norte, instituiu a Lei Nº 9.696, de 25 de fevereiro de 2013, que dispõe sobre a reserva de 5% das vagas para pessoas portadoras necessidades especiais nos cursos de graduação oferecidos pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte. Além da Lei Nº 9.697, de 25 de fevereiro de 2013, que dispõe sobre a classificação da visão monocular como deficiência visual. Tais legislações ampliam o acesso de pessoas com deficiência à UERN, elevando, concomitantemente, a responsabilidade da instituição de promover e garantir o acesso adequado e seguro às instalações da Universidade.

Nessa perspectiva, ressaltamos a pertinência da ampla divulgação e acompanhamento, da referida matéria, a docentes, técnicos administrativos e demais servidores, no sentido de ações para consolidação das adequações sobre as quais sinalizam as leis supracitadas, no âmbito dessa Instituição, bem como nos espaços destinados às atividades das práticas, em outros ambientes fora do espaço físico da UERN, visando à permanência e acessibilidade, com qualidade, ao desempenho da vida acadêmica dos discentes, em todas as suas dimensões, a saber, ensino, pesquisa e extensão, bem como as adequações necessárias a todos que utilizam os equipamentos arquitetônicos e urbanísticos das unidades da UERN. 

UERN recepciona novos alunos do Campus de Natal

Acolhida

A administração central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) se transferiu nesta terça-feira, 15, para Natal para recepcionar os novos alunos da instituição, na abertura do semestre letivo 2014.1. No Seminário de Ambientação Acadêmica ( SAMBA), o Reitor Pedro Fernandes, o Vice-Reitor, Aldo Gondim, pró-reitores e diretores apresentaram programas e projetos de assistência estudantil que estão sendo executados e o planejamento da nova gestão.

O evento segue o modelo inaugurado ontem, no Campus Central, em Mossoró. Os estudantes foram orientados sobre projetos de iniciação científica, bolsas de estágio e outros benefícios, além do conhecimento geral sobre a UERN.

A diretora do Campus de Natal, Ana Dantas, considerou o evento especial, dizendo que os estudantes estão sendo acolhidos, conhecendo detalhes da instituição. “Aproveitem o que a Universidade tem de melhor”, aconselhou a professora, ressaltando que a expectativa da UERN em relação aos novos estudantes é de participação ativa.

O Reitor Pedro Fernandes destacou que os alunos estão sendo preparados para o mercado de trabalho e por isso, as atividades fora de sala de aula são muito importantes na formação discente.

Ele lembrou a parceria com o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN). “Aqui em Natal conseguimos bolsas de estágio de Ciências de Computação no TJRN, em um projeto pioneiro. Também estamos trabalhando junto à Secretaria de Administração do Estado para a liberação das bolsas de estágio para todos os cursos, asseguradas em convênio da Universidade com o governo do Estado”, reforçou.

Na conversa com os novos alunos, o Reitor informou sobre a retomada das obras do Campus Avançado, na Zona Norte. “Conversamos com Marcelo Toscano, da Secretaria de Meio Ambiente Urbano (SEMURB), pedindo pressa na liberação da licença ambiental”, adiantou, explicando que os recursos já estão assegurados.

Inclusão – No primeiro semestre letivo da gestão Pedro Fernandes/Aldo Gondim, a UERN teve cota para portadores de necessidades especiais. Foram 132 vagas, no Processo Seletivo Vocacionado (PSV), representando 5% das vagas ofertadas pela instituição, cumprindo lei aprovada pela Assembleia Legislativa.

Nas boas vindas em Natal, entre os novatos estava Karolina Tavares de Sousa, aprovada em Ciência da Computação. Com atrofia cerebelar que dificulta a mobilidade e causa baixa visão, a nova acadêmica vai frequentar o curso sempre acompanhada de um familiar.

Auxiliada pela irmã, Karolina ingressou na UERN com sorte. Ganhou um kit preparado pelo Departamento de Assistência Estudantil (DAE), entregue pela diretora Ana Dantas.

Retirado: http://www.uern.

Alunos novatos participam de Seminário de Ambientação Acadêmica

Recepção

Na manhã desta segunda-feira, 14 de abril, o reitor Pedro Fernandes Ribeiro Neto, recepcionou os alunos novatos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). O Seminário de Ambientação Acadêmica transcorreu no Ginásio Deputado Vingt Rosado noCampus Central.

Na oportunidade, o reitor desejou sucesso aos novos alunos e explicou que a Universidade é mais ampla do que se imagina. “Para nós é uma honra muito grande receber vocês nesse primeiro momento. Esse é um momento fundamental para que vocês possam visualizar a Universidade além das disciplinas que vocês vão ter em sala de aula. Sejam bem-vindos”, destacou.

A Pró-reitora de Recursos Humanos e Assuntos Estudantis, Lúcia Musmee, destacou a importância do evento. “Gostaríamos de trazer uma palavra de boas-vindas para os alunos aprovados. É bom que vocês conheçam esse ambiente e saibam conhecê-lo”, frisou.

A Pró-reitora de Ensino de Graduação, Inessa Linhares, lembrou do Processo Seletivo Vocacionado (PSV). “Estamos com a alegria de nosso papel social de garantir o acesso das pessoas à universidade. Vocês estão aqui porque tivemos um processo seletivo vitorioso. A nossa pró-reitoria coordena todo o trabalho desde a entrada do aluno até a colação de grau”, acrescentou.

A Pró-reitora Adjunta de Pesquisa e Pós-graduação, professora Dra. Ivonete Soares, sugeriu aos alunos que se interessem pela pesquisa. “Busquem aprender, busquem participar, busquem construir essa universidade. Procurem saber quais as pesquisas feitas pelos professores e se aproximem deles para a iniciação científica”, explicou.

O Pró-reitor Adjunto de Extensão, professor Me. Adalberto Veronese, destacou a importância da extensão na preparação dos acadêmicos. “Nós estamos acreditando em vocês que são a nova geração de UERN para o mercado de trabalho. A Pró-reitoria de Extensão é a que coloca vocês próximos da comunidade colocando na prática o que vocês estão aprendendo”, destacou.

O Chefe do Departamento de Assuntos Estudantis, Wagner Miranda, falou sobre a assistência ao estudante destacando o papel da intermediação de estágios. “O DAE desenvolve algumas ações de apoio a vocês como a introdução ao mercado de trabalho através dos estágios”, frisou.

Os aprovados no último PSV encararam o evento como algo positivo. É o caso de Larissa Rifane, aprovada para o curso de Enfermagem. “Já conhecia a universidade porque fazia outro curso, mas é bom para quem não conhece ter essa oportunidade que nem sempre a gente tem”, frisou.

A aluna Francisca Eliane não escondeu a alegria de iniciar o curso de Enfermagem. “É a realização de um sonho estar aqui”, comemorou.

Ao final do evento a diretora da DAIN, Profª Dra. Ana Lúcia Oliveira Aguiar, proferiu a conferência “O Papel Social da UERN no Desenvolvimento da Educação Inclusiva”.

Na oportunidade ela salientou que a UERN desenvolve um trabalho fundamentado pelos princípios da Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, no atendimento à comunidade acadêmica e em defesa do direito de todos os alunos de estarem juntos, aprendendo e participando e que a Educação Inclusiva deve assumir o espaço central no debate. “A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, aprovada pela ONU em 2006, e da qual o Brasil é signatário, estabelece que os Estados Partes devem assegurar um sistema de educação inclusiva em todos os níveis de ensino em ambientes que maximizem o  desenvolvimento acadêmico e social compatível com a meta da plena participação”, destacou.

Retirado: http://www.uern.br 

Visita da DAIN ao Campus de Caicó

Na última terça-feira, dia 11 de março, alguns membros da Diretoria de Apoio à Inclusão  visitaram o Campus de Caicó. Estiveram reunidos a  Diretora da DAIN, a professora Ana Lúcia Oliveira Aguiar, Michael Magnus Chaves  (Técnico de Apoio a Deficiência Física,  Fátima Lopes (Psicopedagoga), Álvaro Marcos (diretor do citado Campus), Dora (Secretaria) e Dorian Douglas  discente de odontologia. 

Postado: Fátima Lopes 

Cientistas Criam Anel que Permite Leituras aos Deficientes Visuais

Uma nova ferramenta foi lançada, ainda em fase de protótipo para facilitar a leitura de deficientes visuais. O anel chamado de FingerReader permite que os seus usuários digitalizem uma linha de texto e em seguida possam ouvir o áudio das frases reconhecidas em voz alta.  Ele também envia movimentos em forma de vibrações para assegurar que o usuário não se desviou do texto. 
Em breve pessoas com deficiência visual poderão ter informações de texto impressos ou até mesmo em seu tablets na ponta dos dedos.

Reunião com a equipe da Diretoria de Apoio à Inclusão no Conservatório de Música da UERN

Na última terça-feira dia 19 de novembro,  reuniram-se no Conservatório de Música a Chefe da Diretoria de Apoio à Inclusão Ana Lúcia Aguiar Lopes Leandro, os técnicos especializados: Michael Magnos Chaves de Oliveria (Apoio a Deficiência Física), Maria do Desterro Souza (Pedagoga), Maria de Fátima Lopes de Medeiros (Psicopedagoga),João Neto (transcritor de braille) e diretor e professores do referido conservatório. A reunião teve como pontos de pauta: A Lei 9696 de 25 de fevereiro 2013, entre outros assuntos inerentes ao processo de inclusão na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

Edital do PSV 2014 oferta 2.180 vagas nos cursos de graduação da UERN

Edital PSV 2014


Esclarecimento sobre a Lei de cotas  para a Pessoa com Deficiência no PSV

Vestibular


 

 


Atualizado por: Claudion Silva de Melo em 28/04/2015 (Setor para Contato: REITORIA - Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas )

Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN
Edifício Epílogo de Campos, Pça. Miguel Faustino s/n Centro - Mossoró/RN | 59610-220 | dain@uern.br | (84)3315-2117
© 2012 Agência de Comunicação da UERN - AGECOM | agecom@uern.br | 84 3315-2144 / 3315-2115 | Sistema de Controle de Páginas

^